Cursos de Aperfeiçoamento

Curso Introdução à Comunicação Não Violenta

Conhecida como “Linguagem da Vida”, a Comunicação Não Violenta nos convida à conexão com a nossa essência compassiva, com os nosso sentimentos e necessidades universais, para a partir disso construirmos relacionamentos - intra e interpessoais - mais autênticos e empáticos.

  • Mediação : Sim
  • Conciliação : Sim
  • Negociação : Sim
  • Crescimento Profissional : Sim
Curso Introdução à Comunicação Não Violenta

Sobre o Curso

No workshop de introdução, vamos compreender essas duas bases da CNV - a autenticidade e empatia - a partir da reflexão a respeito do que elas propõem e das sugestões de passos que ajudam a nortear a prática da CNV - observação/sentimentos/necessidades/pedidos.

Objetivo:

Apresentar toda a base teórica que alicerça o pensamento do Marshall Rosenberg, criador da CNV.  Oferecer os conceitos básicos que podem auxiliar o participante a introduzir a proposta da CNV aos relacionamentos pessoais e profissionais. 

 

Modalidade Ead - Ensino à Distância
Online via Plataforma IMA
Datas: 04, 11, 18 e 25 de maio
Aulas participativas obrigatórias online – Terças das 18:00 às 20:00


 

 


Público Alvo

Aberto a todos os interessados no assunto 

Conteúdo

Encontro ao vivo 1 - Conceituação da CNV e convite a olhar para além dos julgamentos

Encontro ao vivo 2 -  O que está vivo em mim? Identificar o que eu sinto, assumir responsabilidade por isso e investigar as mensagens por trás dos sentimentos (qual necessidade está sendo atendida ou não).

Encontro ao vivo 3 - Quais escolhas eu tenho?  Quando descubro qual necessidade preciso ou quero atender, posso pensar em caminhos (estratégias) para nutri-la. O que eu quero fazer? Como pedir colaboração a outras pessoas? A diferença entre Pedidos de Ação e Pedidos de Conexão. A diferença entre Pedidos e Exigências;

Encontro ao vivo 4 - Empatia. Até aqui fizemos um caminho que nos sustenta na autenticidade e na autoempatia. Nutrir a empatia por nós mesmos é  fundamental para oferecermos escuta e presença empática a outra pessoa. Mas como a CNV compreende a empatia? Quais são os convites que ela nos faz para construirmos conexões e sistemas mais empáticos?

Professora

Marina Mazzoni

Marina Mazzoni


Jornalista e facilitadora de Comunicação Não Violenta


  • PAG Seguro UOLÀ Vista por R$320,00